O Boeing 777 “Orange Pride” 777 da KLM volta para casa

 

O único "Orange Pride" (Orgulho laranja) da KLM voltou para Amsterdã. A aeronave estava parada na China desde a véspera de Ano Novo devido a problemas com um motor. Depois de atrasos e outros desafios técnicos, a aeronave finalmente voltou após mais de um mês e meio em solo.

O voo de volta foi tranquilo. A viagem de 7.830 km demorou 10 horas e 5 minutos e chegou a Amsterdam Schiphol às 4h da manhã.

Os problemas começaram no dia 31 de dezembro, quando o 777-300ER sofreu problemas com seu motor esquerdo após a partida de Xangai. A tripulação da aeronave, transportando apenas carga, na época, optou por desviar para Pequim, a três horas de distância. Os problemas com o motor foram sérios o suficiente para que a tripulação decidisse desligar o motor esquerdo e concluir o pouso monomotor com segurança.

O Boeing 777 precisou de um motor de substituição após o incidente, mas os engenheiros da KLM não puderam chegar à aeronave por mais de duas semanas devido a restrições de viagem.

 

 

Foto: Divulgação

 

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn