Três novas companhias aéreas estão preparando a papelada para a Autoridade de Aviação Civil do Paquistão (PCAA). Se eles receberem permissão para iniciar as operações comerciais programadas, isso dobrará o número de companhias aéreas privadas do país.

Isso seria um grande impulso para o mercado interno do Paquistão. Duas das três companhias aéreas já concluíram os processos administrativos do PCAA. Os nomes dessas startups são Q-Airlines e Fly Jinnah.

O PCAA exige que as novas companhias aéreas passem o primeiro ano operando exclusivamente voos domésticos com uma frota de três aeronaves.

A terceira nova transportadora é conhecida como Jet Green Airlines. Esta startup está um pouco mais atrasada no processo burocrático e continua sob análise do PCAA. Espera-se que seus documentos sejam encaminhados à Divisão de Aviação com o mínimo de demora, para evitar que sejam deixados para trás por seus concorrentes, que podem voar primeiro. Após o período doméstico provisório de um ano, as companhias aéreas podem receber permissão para operar internacionalmente.

Foto: Divulgação