Passaredo entra com pedido de recuperação judicial

Empresa afirma que operações continuarão normais

A companhia aérea regional Passaredo ingressou com pedido de recuperação judicial, com o objetivo de viabilizar o pagamento do passivo gerado devido a diversos fatores e conservar as suas atividades, onde atua há mais 17 anos. O alto preço do combustível, o atendimento das demandas regionais utilizando jatos e concorrência específica em sua base principal localizada Ribeirão Preto, Estado de São Paulo, foram alguns dos fatores que motivaram a ação. As mudanças atuais na estratégia da operação, que incluíram troca da frota de jatos por aeronaves ATR 72-600 e a readequação da malha focada no transporte regional, permitem que a empresa apresente hoje uma performance saudável, viabilizando o caminho para o desenvolvimento dentro de um setor que é um importante pilar para a infraestrutura do Brasil. Com o IOSA (IATA Operational Safety Audity), certificado internacional de qualidade conquistado há poucos meses e uma frota nova de aeronaves, a Passaredo continua normalmente com suas operações e seus acordos comerciais. Um plano consistente de pagamento será apresentado aos credores nos próximos 60 dias, para mostrar como a empresa pretende equacionar suas dívidas. Este recurso legal visa preservar empregos, atender aos credores e manter a função social da companhia. Foto: Benito Latorre

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn