Plano apresenta ações do setor aéreo voltadas para a redução dos gases do efeito estufa

Documento foi elaborado pela Secretaria de Aviação Civil em parceria com a ANAC

Para contribuir na redução das emissões de gases responsáveis pelo efeito estufa, a Secretaria de Aviação Civil do Ministério dos Transportes publicou a segunda edição do Plano de Ação para Redução das Emissões de Gases de Efeito Estufa da Aviação Civil Brasileira. O documento apresenta uma série de ações que são e serão adotadas pelo Brasil, que contribuirão para o desenvolvimento do setor com o menor impacto ao meio ambiente. O trabalho foi coordenado pela SAC, em conjunto com a Agência Nacional de Aviação Civil e contou com a parceria de diversos atores que compõem o setor aéreo, entre eles administradores aeroportuários, empresas aéreas, indústria aeronáutica, associações e órgãos públicos. A publicação faz parte do esforço global da Organização de Aviação Civil (OACI) em promover ações voltadas a uma maior eficiência quanto à redução da queima de combustível e da emissão de gases de efeito estufa. Em relação ao trafego aéreo, doméstico e internacional destaca-se a prática da adoção de tecnologia disponibilizada pelas aeronaves com o objetivo de aperfeiçoar a trajetória dos voos, ampliando assim, a eficiência das operações em rota e nas áreas de controle de terminal. O plano também sugere o desenvolvimento tecnológico de aeronaves, como melhorias aerodinâmicas, eficiência de motores e uso de materiais mais leves. Ressalta ainda ações de pesquisa e desenvolvimento para a criação de uma cadeia produtiva de biocombustível de aviação no Brasil. Os aeroportos brasileiros podem contribuir com o fornecimento de ar condicionado e energia elétrica nas pontes de embarque. Isso evita a queima de combustível das aeronaves que estão em solo. Outra medida é a adoção de prédios inteligentes com o uso de energia renovável, lâmpadas de LED e maior aproveitamento da luz natural dos terminais. O plano preenche a falta de meta setorial específica em relação à aviação dando auxílio a diversas ações para a redução das emissões no setor. A aviação civil internacional contribui com cerca de 2% das emissões antrópicas totais de gases de efeito estufa no planeta. Mais informações no portal www.aviacao.gov.br.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn