Plano de neutralidade de carbono da Delta equilibra ações imediatas

 

O compromisso da Delta Air Lines com a neutralidade de carbono a partir de março de 2020 está se concretizando com um impacto rápido por meio de ações imediatas, juntamente com investimentos de longo prazo para combater as mudanças climáticas.

“Conectar o mundo e proteger nosso meio ambiente para as gerações futuras não pode ser mutuamente exclusivo”, disse o CEO da Delta, Ed Bastian. “Os viajantes não deveriam ter que escolher entre ver o mundo e salvar o mundo. Devemos continuar a tomar ações imediatas hoje e não podemos esperar que as soluções futuras se tornem realidade. Embora existam muitos caminhos para a neutralidade de carbono, a Delta escolheu causar um impacto hoje e investir em um futuro onde a própria aviação se torne mais limpa para o mundo ao nosso redor.”

A visão da Delta é a aviação de impacto zero: viagens aéreas que não causem danos ao meio ambiente direta ou indiretamente por meio de emissões de gases de efeito estufa, ruído, geração de resíduos ou outros impactos ambientais. Alcançar essa meta ambiciosa exigirá um investimento de capital significativo, apoio de parceiros governamentais, pesquisa e desenvolvimento de fabricantes e evolução de algumas das maiores indústrias do mundo.

Enquanto isso, a Delta trabalha para resolver seu maior impacto no meio ambiente – as emissões de dióxido de carbono – ela planeja investir em soluções inovadoras, como captura e armazenamento de carbono e combustíveis de aviação sustentáveis ​​(SAF).

Foto: Divugação

 

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn