Primeiro Boeing 727-100 foi voando para o museu

Aeronave operou comercialmente até 1991 acumulando 65 mil horas de voo e transportando cerca de três milhões de passageiros

O primeiro Boeing 727-100 a sair da fábrica da empresa há 54 anos, fez seu voo de despedida para ficar exposto no museu. A aeronave fez um voo curto de pouco mais de 50 quilômetros no Estado de Washington, no noroeste americano, para ficar de vez no Museu da Aviação, que já prepara os festejos pelo centenário da Boeing, em julho. O primeiro voo da clássica aeronave ocorreu em 9 de fevereiro de 1963, dois meses e meio depois de pronto. Ficou em testes por um ano e foi entregue à United Airlines em outubro de 1964. Até 1991, quando foi retirado de serviço, o 727 voou quase 65 mil horas e fez 48 mil aterrissagens, transportado cerca de três milhões de passageiros. O último voo foi realizado depois de uma meticulosa restauração.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn