Primeiro jato E190-E2 conclui voo inaugural antes do previsto

Operação estava programada para ocorrer durante o segundo semestre deste ano

O programa do E-Jets E2 alcançou outro importante marco, com a realização do primeiro voo do E190-E2. O voo estava originalmente programado para ocorrer durante o segundo semestre deste ano.
A aeronave decolou das instalações da Embraer em São José dos Campos e voou durante três horas e 20 minutos. O voo ocorre apenas três meses após a cerimônia de apresentação. A operação também marca o início da campanha de certificação do E190-E2, primeiro de três novos jatos da segunda geração de E-Jets. O E190-E2 está programado para entrar em serviço comercial em 2018. A tripulação avaliou as características de controle e desempenho da aeronave, analisando um número significativo de parâmetros de voo, como velocidade, altitude e retração do trem de pouso. Isso foi possível graças ao alto nível de maturidade que o E2 alcançou durante o desenvolvimento do programa, com o uso extensivo de simulações em ambiente digital, além de testes em solo e estáticos que empregaram bancadas de provas. O E190-E2 tem o mesmo número de assentos do atual E190, podendo ser configurado com 97 lugares em duas classes de serviço, ou 106 em classe única, e tem alcance estendido em 800 quilômetros (400 milhas náuticas) quando comparado ao modelo atual, permitindo aos operadores de voar rotas de mais de cinco mil quilômetros (2.800 milhas náuticas).

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn