Qantas doa o primeiro Boeing 747-400 para museu da Austrália

Aparelho foi protagonista do voo comercial mais longo entre Londres e Sydney

Depois de 25 anos de operação e 13.833 voos realizados, o primeiro Boeing 747-400 matriculado VH-OJA da companhia aérea Qantas, protagonista do mais longo voo comercial da história realizado entre Londres a Sydney, fez a sua última viagem e também a mais curta de sua história entre Sydney a New South Wales, na Austrália. Depois de menos de 15 minutos de voo, o jato que transportou mais de 4 milhões de passageiros, aterrissou no Aeroporto Illawarra (New South Wales), onde será exposto no Historical Aircraft Restoration Society. Ao longo dos últimos anos, a Qantas tem aposentado gradualmente seus aparelhos mais antigos do tipo. Nove jatos mais novos foram remodelados e continuarão voando.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn