Quatro em cada 10 passageiros tem renda entre dois e 10 salários mínimos

Levantamento mostra que aviação se democratizou no País

A democratização do transporte aéreo é uma realidade. É o que mostra a nova pesquisa feita pela Secretaria de Aviação em parceria com a Empresa de Planejamento e Logística (EPL). No ano passado, mais de 4 em cada 10 passageiros de voos domésticos tinham renda familiar entre dois e dez salários mínimos. Pouco mais de 21% dos viajantes consultados ganhava entre 5 e 10 salários e cerca de 17% ficava na faixa de dois a cinco; além disso, 6,1% declarou ganhar até dois salários. Outros 34,7% informou ganhos acima de 10 salários mínimos; 18,8% não informou e 1,5% não apresentava qualquer renda. A pesquisa também apresenta outros dados de perfil e hábitos dos passageiros, como gênero, idade, meio de transporte utilizado para ir ao aeroporto, antecedência de compra da passagem, se fez compras e quanto gastou no aeroporto, entre outras informações. O estudo completo está disponível para consulta no endereço eletrônico www.aviacao.gov.br/obrasilquevoa.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn