Sky Airline anuncia flexibilização na remarcação de viagens

Transportadora alerta todos os passageiros estrangeiros para não irem ao aeroporto ou viajar, dadas as medidas de restrição de fronteiras no Chile

Diante do recente anúncio do governo chileno de fechar por 14 dias as fronteiras do país aos estrangeiros, a companhia aérea Sky Airline ativou o seu plano de proteção ao passageiro com o objetivo de poder garantir maior flexibilidade. A partir de agora, somente os viajantes chilenos ou com residência permanente no país e procedentes de locais de alto risco podem entrar no Chile, sendo submetidos à Alfândega Sanitária e a uma quarentena obrigatória de 14 dias. Nesse contexto, a transportadora também alerta todos os passageiros estrangeiros para não irem ao aeroporto ou viajar, dadas as medidas de restrição de fronteiras. Por conta disso, a empresa flexibilizou a política de alterações para todos viajantes afetados com reservas confirmadas até o próximo dia 31 de março. Aqueles que sofreram qualquer cancelamento de seu voo poderão alterar a data, sem penalidade ou diferença de tarifa, para voar até 30 de novembro deste ano. A modificação pode ser solicitada a qualquer momento, mesmo após a data da viagem. A mudança de rota ou destino também será permitida, sem multa e pagando a diferença de tarifa. No caso de passageiros com voos que não foram cancelados, será permitida a alteração de data, destino ou rota, sem multa e pagando a diferença de tarifa para voar até 30 de novembro. Além disso, a alteração pode ser feita a após a data do voo. Mais informações em https://www.skyairline.com/brasil  Foto: Renato Oliveira

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn