SKY Airline recebe permissão para voar para 14 destinos internacionais do Peru

Para participar da expansão, unidade encerrará o ano com seis aeronaves e não descarta continuar transferindo mais capacidade da divisão chilena para a base em Lima

O Ministério dos Transportes e Comunicações do Peru (MTC) concedeu à empresa área SKY Airline novos direitos de tráfego que permitem o crescimento da unidade nos próximos anos. As licenças correspondem apenas a trechos internacionais, necessários para a empresa continuar expandindo seu modelo de baixo custo no nível continental da mesma forma que seus outros concorrentes. As rotas autorizadas concedem direitos de tráfego para voar de Lima a Bogotá, na Colômbia; Guayaquil e Quito, no Equador; La Paz e Santa Cruz, na Bolívia; Cancun e Cidade do México no México; Fort Lauderdale e Miami, nos Estados Unidos; Cidade do Panamá, Panamá; Punta Cana na República Dominicana; São Paulo e Rio de Janeiro, no Brasil; e Montevidéu, no Uruguai. A recepção das licenças coincide com a janela de oportunidades de expansão após a saída do mercado de companhias aéreas do Peru e a transferência de algumas operações da Avianca de Lima para Bogotá. Atualmente, a SKY opera no país com quatro jatos Airbus A320neo. Para participar da expansão, encerrará o ano com seis aeronaves e não descarta em 2020, continuar transferindo mais capacidade da divisão chilena para a base em Lima. Mais informações no portal www.desdescl.com.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn