TAM anuncia acordo com o Sindicato dos Aeronautas

Empresa vai oferecer PDV e licença não-remunerada para tripulantes

A companhia aérea TAM informa que chegou a um acordo com o Sindicato Nacional dos Aeronautas a respeito do ajuste que vai promover em seu quadro de tripulantes. A empresa decidiu ir além das obrigações regulares da legislação. Além de cumprir integralmente a Convenção Coletiva, a companhia concordou em oferecer um Programa de Licença Não-Remunerada (LNR) e um Programa de Demissão Voluntária (PDV). Com a adoção desses programas, a TAM se compromete a reduzir o número de tripulantes impactados a 811. A LNR estará aberta para tripulantes de todos os equipamentos e terá validade de 18 meses, prorrogáveis por 12 meses. Nos 6 primeiros meses, o funcionário licenciado e seus familiares diretos contarão com plano de saúde e durante o período da licença, com benefícios de bilhetes aéreos iguais aos dos funcionários ativos da empresa. Já o PDV será oferecido para tripulantes de aeronaves da família Airbus 320. Incluirá uma indenização adicional para os que aderirem ao programa, além de seis meses de plano de saúde e três passagens aéreas para o funcionário e seus familiares diretos. A TAM arcará ainda com os custos da revalidação da Certificação de Habilitação Técnica no equipamento atual até o check no simulador de voo, nos casos em que ela vença nos três meses seguintes ao aceite do programa. Adicionalmente, proverá apoio à transição de carreira com consultoria especializada. A TAM continuará a investir sistematicamente no ganho de eficiência e na geração de valor para funcionários, investidores e clientes e para a sociedade como um todo. Foto: Benito Latorre
 

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn