TAP solicita autorização de voos extras para Cabo Verde a Angola

Operações partindo de Lisboa estão previstas para ocorrer no próximo dia 27 de março

A companhia aérea TAP Portugal em colaboração com o Ministério dos Negócios Estrangeiros (MNE), solicitou ao governos de Angola e Cabo Verde autorização para realizar dois voos extras com o objetivo de continuar a trazer de volta mais de 400 portugueses, bem como transportar carga médica e humanitária. As operações especiais partindo de Lisboa estão previstas para ocorrer no próximo dia 27 de março e já foram colocadas em sistema, sendo que as reservas poderão ser feitas no site www.flytap.com ou nas agências de viagens. Cabo Verde implementou restrições aos voos oriundos de Portugal, de outros países europeus com focos epidemiológicos do COVID-19, do Brasil, EUA, Senegal e Nigéria. Já em Angola, não é permitida a entrada de passageiros e tripulantes de empresas aéreas vindas da China, França, Irã, Itália, Coréia do Sul, Portugal ou Espanha. Residentes de Angola que cheguem ou tenham estado nesses países serão colocados em quarentena durante 14 dias. O voo de Luanda será operado pelo modelo Airbus A330-900 com capacidade para 298 passageiros. Foto: Renato Oliveira

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn