IATA

Atividade contribui com US$ 32,9 bilhões ao PIB do Brasil segundo números da IATA

A Associação Interacional do Transporte Aéreo (IATA) anunciou novos dados mostrando que a aviação e o turismo induzido pela aviação gera 1,1 milhão de empregos e contribui com US$ 32,9 bilhões ao PIB do Brasil, ou seja, valor equivalente a 1,4% do PIB do país. Esses são alguns dos destaques do estudo “A Importância do Transporte Aérea no Brasil” realizado por Oxford Economics e patrocionado pela IATA. De acordo com o estudo, a Nota de Qualidade da Infraestrutura do Brasil é 4 de 7, uma desvantagem para o funcionamento eficiente da indústria aérea da região e que afeta a experiência do passageiro. As exigências para vistos de entrada também pesam sobre a capacidade do Brasil de atrair visitantes, pois a nota para obtencao Vistos do país fica em apenas 2 de uma escala ate 10. A política brasileira não ortodoxa para preços de combustíveis, que aumentam os custos operacionais da indústria, artificialmente, em US$ 560 milhões por ano enquanto regras restritivas sobre bagagens também pesam sobre a competitividade dos custos da indústria. Com dois milhões de aeronaves levantando voo e pousando no Brasil todo ano, o valor da indústria do transporte aéreo fica óbvio. Mas a remoção das barreiras artificiais que estão inibindo a indústria no Brasil é de especial importância. Mais informações no portal www.iata.org.