United reforça política para uso de máscara a bordo

Qualquer passageiro que não cumpra o requisito obrigatório será incluído em uma lista interna de restrições de viagens e perderá privilégios

A companhia aérea United Airlines anunciou que, juntamente com outras operadoras nos EUA, está fortalecendo políticas para uso de máscaras obrigatórias para mitigar ainda mais a propagação do COVID-19 e continuar a manter passageiros e tripulação seguros. Embora a grande maioria dos viajantes esteja em conformidade com a política obrigatória da United, desde o último dia 18 de junho, qualquer passageiro que não cumpra o requisito obrigatório quando estiver a bordo de um voo da empresa será incluído em uma lista interna de restrições de viagens. Os viajantes desta lista perderão seus privilégios na United por um período de tempo determinado, enquanto se aguarda uma análise abrangente do incidente. Atualmente, a companhia exige que todos os passageiros usem uma proteção de rosto e espera que essa política permaneça em vigor pelos próximos 60 dias. As únicas exceções são para indivíduos que tem uma condição médica ou uma deficiência que os impede de usar uma cobertura facial e crianças pequenas. 

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn