Uruguai poderá ter nova companhia aérea

Nova empresa seria administrada pela cooperativa de ex-funcionários da Pluna

Ex-funcionários da companhia aérea uruguaia estão desenhando a criação de uma nova empresa, que poderia utilizar o nome Pluna e seria administrada pela cooperativa com subsídios do governo, que faria um aporte entre US$ 15 milhões e US$ 20 milhões na forma de empréstimo. A nova empresa começaria as operações com sete aeronaves e cerca de 500 funcionários voando para Buenos Aires, Santiago do Chile, São Paulo, Rio de Janeiro, Porto Alegre e Assunção. Foto: Paulo Berger

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn