Veja as novidades da aviação comercial na Colômbia

Viva Air fechou contrato com a CFM para motores que irão equipar a frota de 50 novos Airbus A320

A companhia aérea Aer Caribe está aguardando autorização para operar voos cargueiros para os Estados Unidos e informa que parte desta operação poderá ser executada com Boeing 747-400. A LATAM deixará de operar a partir de 23 de setembro uma de suas rotas, de Bogotá para Miami. A Regional Express Americas, subsidiária da Avianca, foi autorizada e já está operando seus primeiros voos de Bogotá para Villavicencio, Ibagué e Popayán. El Yopal, Manizales, Neiva e Florencia são outros entre os destinos iniciais desta nova empresa. A divisão pretende encerrar o corrente ano com 23 rotas. A operadora Sarpa está recebendo dois jatos Embraer 145LR. Por seu lado, a Viva Air recebeu três aeronaves Airbus A320 novas e devolveu dois exemplares do tipo, que agora serão operados pela Smart Lynx Estonia. Esses aviões foram trasladados da Cidade do México para Bruxelas totalmente brancos. A transportadora também fechou contrato com a CFM para motores que irão equipar a frota de 50 novos A320 e voltou a operar em Barranquilla com voos diários de Bogotá e Medellín. As duas rotas podem movimentar em  um ano cerca de 300 mil passageiros. A Wingo anunciou a criação da rota ligando Bogotá a San José, na Costa Rica, com duas frequências semanais. Também pretende voar da Colômbia para Curaçao e Santo Domingo e está inaugurando operações da Cidade do Panamá para Havana.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn