Veja o que acontece na aviação comercial da Argentina

Aerolíneas Argentinas transportou em julho um total de 908.554 passageiros, um novo recorde registrado em um único mês

A companhia aérea Aerolíneas Argentinas transportou em julho um total de 908.554 passageiros, um novo recorde registrado em um único mes. O número é 4% maior do que o obtido no mesmo período do ano passado. O fator de ocupação chegou a 82,8%, um crescimento de 5,6% em relação à julho de 2018. Estes números se referem ao tráfego doméstico. Na área internacional o crescimento foi de 7% com 83,7% de taxa de ocupação. Por outro lado, estão avançadas as obras do novo terminal do Aeroporto de Ezeiza na capital do país. A transportadora de baixo custo Flybondi anunciou que até o final deste ano pretende aumentar as frequencias em várias de suas rotas. Já a congênere JetSmart divulgou ter recebido três jatos  Airbus A320, o que vai permitir criar novas rotas servindo Rosário, Ushuaya, Santa Fé e Terra do Fogo, entre outras localidades. A operadora está se certificando para iniciar voos internacionais da Argentina para o Brasil. A LATAM retirou o Boeing 767-316 matriculado LV-CFV de operação e entregou o jato para a Quetro Aircraft Leasing como N542LA. Foi trasladado de Buenos Aires para Miami e será convertido em cargueiro. O governo argentino finalmente autorizou a empresa a fazer uso dos Boeing 767-300 com matrícula chilena em rotas para os Estados Unidos. Desta forma a companhia fica apta a atender as exigências daquele país a partir de 2020 com relação aos sistemas de navegação. A única exigência é que a tripulação seja 100% argentina. No Aeroporto de Mar del Plata foram iniciadas as obras de instalação do novo sistema ILS, que será inaugurado ainda este ano. A Norwegian Argentina encerrou o mês de julho com 81,4% de ocupação, seu melhor número desde o início de suas operações. Foram transportados no mesmo período um total de 97.689 passageiros. Iniciou a venda de passagens para as rotas ligando Buenos Aires/Aeroparque com San Salvador de Jujuy e Ushuaia. Foto: Pedro Souza

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn