Virgin anuncia pacote de recapitalização de 1,2 bilhão de libras

Aporte abre caminho para que a transportadora britânica possa reconstruir seu balanço e retornar à lucratividade a partir de 2022.

A companhia aérea Virgin Atlantic alcançou um marco importante no sentido de garantir seu futuro anunciando planos para uma recapitalização, após o severo impacto da pandemia do COVID-19 na economia global e no setor de viagens. O plano de reestruturação é baseado em um projeto de cinco anos e com o apoio dos acionistas, da parceira Delta, novos investidores privados e credores existentes, abre caminho para que a transportadora britânica possa reconstruir seu balanço e retornar à lucratividade a partir de 2022. A recapitalização entregará um pacote de refinanciamento no valor de cerca de 1,2 bilhão de libras esterlinas nos próximos 18 meses, além das medidas já adotadas, incluindo economia de custos de 280 milhões de libras por ano e reforma de 880 milhões de libras e financiamento de novas aeronaves nos próximos cinco anos. Até 2022, a Virgin voará com o mesmo número de rotas do ano passado, apesar de sua escala menor demonstrando melhorias de produtividade e eficiência. A empresa também utilizará uma frota simplificada de 37 aeronaves bimotores após a aposentadoria do Boeing 747-400 e Airbus A330-200 até o primeiro trimestre de 2022, com entrega reagendada dos jatos A350 e A330-900. A partir do próximo dia 20 de julho, a Virgin Atlantic reiniciará voos regulares de passageiros.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn