Wizz Air utiliza ferramenta da SITA para rastrear bagagens manuseadas incorretamente

Programa reduziu significativamente o tempo para encontrá-las, dando aos passageiros mais certeza sobre suas malas

Em um compromisso para melhorar os serviços de bagagem, a companhia aérea de baixo custo europeia Wizz Air introduziu a ferramenta WorldTracer para acelerar o rastreamento de malas para os passageiros. Utilizando a facilidade fornecida pela empresa de tecnologia SITA, que permite que a transportadora rastreie bagagens mal manuseadas em todo o mundo, a Wizz Air reduziu significativamente o tempo para encontrá-las, dando aos passageiros mais certeza sobre suas malas. O programa funciona como um serviço global de relatórios e combinação de bagagens encontradas com relatórios de malas perdidas usados ​​por mais de 460 companhias aéreas e agentes de solo em mais de 2.800 aeroportos em todo o mundo. O Relatório de Bagagem SITA 2018 mostra que, apesar de mais de 4 bilhões de passageiros viajando em 2017, as operadoras aéreas reduziram a taxa de bagagens mal manuseadas para 5.57 por mil passageiros. Este foi o nível mais baixo já registrado e a tecnologia foi fundamental para reduzir essas taxas. 

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn