Bell 407GXi recebe certificação da ANAC para realizar voos por instrumentos

Helicóptero é o primeiro e único monoturbina no Brasil certificado IFR pela ANAC

A fabricante Bell, representada com exclusividade no Brasil pela TAM Aviação Executiva, anunciou a certificação IFR para o modelo Bell 407GXi concedida pela ANAC, seguindo assim a certificação obtida junto à FAA. Com isso, o modelo passa a ser o primeiro e único helicóptero monoturbina a poder realizar voos por instrumentos single pilot no Brasil e já pode sair novo de fábrica com essa instalação utilizando um kit opcional. Com essa novidade, os equipamentos que foram adicionados ao 407GXi tornam sua operação ainda mais segura e ao mesmo tempo, mais versátil, permitindo novos voos e rotas, como realizar operações para o litoral em condições meteorológicas não favoráveis. Esta sempre foi uma característica exclusiva de helicópteros biturbinas e a certificação do 407GXi para tal, além de ser um marco importante na história da asa-rotativa no Brasil e no mundo, é uma demonstração de que o modelo atingiu um nível de segurança e capacidade técnica excelente para o mercado de monoturbinas. A versão IFR integra uma série de redundâncias dos sistemas da aeronave a fim de propiciar a segurança de voo necessária para garantir a certificação para voo por instrumento. Além disso, para ser equipado com o kit IFR, o helicóptero também recebeu alguns equipamentos opcionais, entre eles o novo piloto automático de três eixos, kit de bateria com amperagem ampliada e novo radar altímetro, integrado com o painel G1000H NXi. O Bell 407 é o modelo que mais se atualizou no mercado nos últimos anos, incluindo a nova versão GXi lançada em 2019, que integra FADEC duplo e novo painel G1000H NXi (ambos equipamentos consagrados pelo incremento no nível de segurança de voo, que também integram hoje o outro monomotor leve da Bell, o Bell 505 Jet Ranger X), além de ser equipado com a turbina Rolls-Royce M250-C47E/4, que é mais leve e reduz ainda mais o custo operacional com menos consumo de combustível. O passageiro também pode ser conectado ao painel via Bluetooth e Wi-Fi (com o opcional Flight Stream 510), com aparelhos celulares e tablets. Dessa forma, ele poderá acompanhar simultaneamente o voo e acessar a transmissão de plano de voo e sua localização via GPS e a opção de sistema de monitoramento remoto HUMS (Foresight MX). A frota do Bell 407 acumula mais de 6 milhões de horas de voo e mais de 1.500 unidades produzidas desde sua certificação em 1995. 

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn