Labace comemora 100% da área para exposição de aeronaves comercializadas para a edição deste ano

Evento acontece de 14 a 16 de agosto, em São Paulo, e mais uma vez vai trazer para o Aeroporto de Congonhas os mais importantes fabricantes de aeronaves executivas do mundo

O maior evento de aviação executiva da América Latina acontece de 14 a 16 de agosto, em São Paulo, e mais uma vez vai trazer para o Aeroporto de Congonhas os mais importantes fabricantes do segmento no mundo. Todos os espaços na área estática para exposição de aeronaves já foram comercializados, restando apenas os últimos stands no pavilhão de exposições e oportunidades de patrocínio para a 15ª edição. Uma das novidades é a mudança do local de entrada. O que antes era na Avenida Washington Luiz, agora será na Rua Tamoios, 361, endereço já conhecido pelo staff da feira. Com isso, há um melhor aproveitamento das áreas adjacentes ao antigo hangar da Vasp, tornando a feira mais funcional e com melhor circulação para os visitantes e também para os expositores. A expectativa dos organizadores é um bom aumento de público. No ano passado, foram 10.913 visitantes, mas para 2018 a ideia é chegar a 13 mil, o que significa um aumento de 20%. A Labace também promete nesta edição uma programação mais variada e robusta no segmento de conferências, com espaços para debater os temas que mais preocupam e desafiam a aviação de negócios no Brasil e no mundo. No ano passado, ao longo dos três dias de evento, estiveram presentes 111 marcas e 47 aeronaves expostas. Números que devem se repetir este ano. Como em todas as edições da feira, várias aeronaves foram comercializadas durante o evento e outros negócios tiveram seu início na Labace, sendo consolidados semanas depois. Ao longo de 15 anos, a Labace recebeu nada menos que 145 mil visitantes, 1.830 expositores e 650 aeronaves. No ano passado, por exemplo, estiveram presentes empresas como a AGS Holding, Bell Helicopter, Bombardier, BR Aviation, Cirrus, Dassault, Embraer, Garmin, Gulfstream, Helibras, Honeywell, Honda Aircraft, Leonardo, Líder Aviação, Pilatus, Pratt&Whitney, Rockwell Collins, Shell Aviation, Tam Aviação Executiva, Textron, entre vários outras. O Brasil conta com uma frota de mais de 14 mil aeronaves da aviação geral, utilizadas para conectar os mais de 5.500 municípios do país, através de 3 mil aeródromos. Mais informações www.abag.org.br. Foto: Flávio Marcos de Souza

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn