NetJets com FSI, assina MOU para 20 Aerion AS2

O jato executivo supersônico AS2 da Aerion está prestes a entrar na frota da NetJets sob um MOU (memorando de entendimento, na sigla em inglês) que também exigiria uma academia de treinamento de voo com a marca Aerion em cooperação com a FlightSafety International.

Pelo MOU, a NetJets compraria 20 jatos executivos supersônicos AS2. Segundo a Aerion, o acordo estenderia a carteira de pedidos para a aeronave Mach 1.4 para US$ 10 bilhões.

Sob o acordo de colaboração, a Netjets se tornaria a operadora de jatos executivos exclusiva da Aerion Connect, que é a visão da Aerion para um ecossistema de mobilidade global que permite viagens ponto a ponto perfeitas em vários modos de transporte em ambientes urbanos e rurais.

Além disso, a Aerion colaboraria com a FlightSafety International em uma academia de treinamento de vôo supersônico para aeronaves supersônicas civis, comerciais e militares. A academia com a marca Aerion alavancará a experiência em treinamento da FSI para servir como um centro de excelência para treinamento e educação de vôo supersônico, disse Aerion.

“Esta parceria combina a inovação da Aerion com nossa experiência de longa data, abrindo novas oportunidades no espaço das aeronaves supersônicas e no futuro da indústria como um todo”, disse o CEO da FlightSafety, Brad Thress.

A Aerion está planejando levar o AS2 ao mercado no final desta década, dizendo que os planos de iniciar a produção no Aerion Park em Melbourne, Flórida, continuam no caminho certo para 2023 após a conclusão dos testes de validação do túnel de vento no final do ano passado.

Foto: Divulgação

 

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn