Nova hélice do Pilatus PC-12 NG oferece mais velocidade e maior razão de subida

Equipamento também permite maior autonomia e redução do nível de ruído e vibração

A fabricante suíça Pilatus anunciou que seu modelo monoturbina PC-12NG ficou ainda melhor este ano. Com mais de 1.400 aparelhos em operação e acumulando mais de cinco milhões de horas de voo, a aeronave ganhou uma nova hélice Hartzell de cinco pás, construída totalmente em material composto de grafite. A nova hélice é a responsável por uma melhoria de 10% na razão de subida, aumento da velocidade para 285 nós, além de maior autonomia e redução sensível do nível de ruído e vibração. Para os pilotos, o PC-12NG traz a suíte Honeywell Primus Apex com quatro telas de cristal líquido com todas as informações necessárias para a pilotagem, desde os parâmetros do motor até a navegação por mapas digitais. O grande destaque do modelo é sua capacidade de pousar e decolar em qualquer tipo de pista, seja de asfalto, grama ou terra, graças à construção robusta e resistente da fuselagem e sobretudo do trem de pouso. Para decolar, ele precisa de 793 metros de pista; para pousar, apenas 661 metros.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn