Voo de helicóptero compartilhado é aposta da FlyEdge

Empresa espera faturar R$ 1,5 milhão já no primeiro ano de operação

Segundo estudo divulgado pela Associação Brasileira dos Pilotos de Helicóptero (Abraphe), a cidade de São Paulo em 2013, ultrapassou Nova York e passou a ter a maior frota de helicópteros do mundo. Atualmente existem 411 aeronaves registradas somente na capital paulista, No entanto, o uso para viagens de negócios ou até mesmo de lazer é restrito a um pequeno grupo de pessoas.
Visando facilitar o acesso à aviação executiva, a nova empresa FlyEdge oferece fretamento de voos compartilhados na capital. Além de desburocratizar todo o processo utilizando a tecnologia móvel, a plataforma irá oferecer preços inferiores aos praticados pelo mercado de aviação executiva devido à possibilidade de adquirir assentos individuais. A FlyEdge inicia suas operações na cidade de São Paulo e conta com voos para o litoral paulista e fluminense, assim como para alguns destinos em cidades do interior. Atualmente o voo mais barato oferecido pela empresa é para a cidade do Guarujá por R$ 1.390 e o mais caro para Campos do Jordão e Ilhabela, ambos por R$ 2.190. A empresa deve expandir o número de destinos e chegar a outras capitais ainda este ano. Segundo estimativas das maiores companhias de taxi aéreo de São Paulo, em 2015 foram realizados 1.103 voos para o litoral, o que representa aproximadamente 21 voos por semana. Com o conceito de voos compartilhados, a empresa acredita que este número possa mais que dobrar, chegando a 44 voos semanais. Mais informações no portal www.flyedge.com.br/.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn