Aeronáutica prepara estrutura para atender demanda de tráfego aéreo em Parintins/AM

Movimentos aéreos saltam de cerca de 20 para 300 voos por semana no período do festival

O Festival de Parintins, evento realizado a cerca de 370 km de Manaus/AM, faz os movimentos aéreos do Aeroporto Júlio Belém, na cidade às margens do Rio Amazonas que dá nome ao evento, saltarem de 22 para 300 voos semanais. Os números estimados para o evento programado para o próximo fim de semana motivam as medidas da Aeronáutica para a segurança das operações aéreas na região. O Quarto Centro Integrado de Defesa Aérea e Controle de Tráfego Aéreo (CINDACTA IV), unidade da Aeronáutica para gerenciar o tráfego aéreo em toda a região Norte do País, preparou uma estrutura para prover os serviços de navegação aérea e controle de tráfego aéreo durante o evento. A operação para atender as demandas é realizada desde 1995. A estrutura composta pelo Controle de Área de Terminal (APP) e Torre de Controle (TWR) é ativada pelo CINDACTA IV. O aeródromo passa a ser monitorado e coordenado pelo Centro de Gerenciamento da Navegação Aérea (CGNA), localizado no Rio de Janeiro, para que a capacidade de operações previstas não seja ultrapassada. A montagem e a operação conta com 30 militares somente do CINDACTA IV, entre técnicos de eletrônica, controladores de tráfego aéreo, engenheiros, meteorologistas e especialistas em informações aeronáuticas. Em paralelo ao trabalho da área técnica em Parintins, os controladores de tráfego aéreo que participarão da operação treinam simulações das condições que terão de gerenciar, como procedimentos de emergência utilizando medidas de Serviço de Gerenciamento de Fluxo de Tráfego Aéreo, separação convencional e meteorologia desfavorável. Mais informações no portal www.fab.mil.br. Foto: CECOMSAER

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn