AFA tem sua primeira mulher instrutora de voo na aeronave T-27 Tucano

Tenente Juliana participa da formação da sua primeira turma

A Tenente Aviadora Juliana Santos de Souza tornou-se a primeira mulher a ser qualificada como instrutora de voo na aeronave T-27 Tucano, utilizada no treinamento primário dos cadetes aviadores do 4º ano da Academia da Força Aérea, localizada na cidade de Pirassununga/SP. As avaliações tiveram início no último dia 3 de fevereiro, quando começou o curso no 1º Esquadrão de Instrução Aérea para a turma Chronos, que está no seu último ano na AFA. Pertencente à Aviação de Transporte, a Tenente Juliana também tem em seu currículo as aeronaves C-95 Bandeirante e C-97 Brasília. Em 2019, retornou à AFA e tornou-se instrutora na aeronave T-25 Universal. A mudança para o T-27 vai além de questões técnicas, como o aumento da velocidade e a atenção às referências. A didática da instrução assume uma nova dimensão, uma vez que no Tucano o instrutor não fica ao lado do cadete e sim atrás dele, sem qualquer contato visual, apenas pelo sistema de comunicação entre os tripulantes. A missão do instrutor de voo apresenta-se como uma das mais nobres da Força Aérea Brasileira, tendo ligações que remontam à criação do Ministério da Aeronáutica. Foto: CECOMSAER/Tenente Inforzato/AFA

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn