Airbus e Siemens assinam contrato de cooperação na área de sistemas híbridos elétricos de propulsão

Acordo de longo prazo visa desmonstrar a viabilidade técnica desta opção

A fabricante europeia Airbus e a Siemens assinaram contrato de colaboração na área de propulsão híbrida elétrica. Ao fazê-lo, as empresas lançaram um importante projeto conjunto para a eletrificação da aviação, com o objetivo de demonstrar a viabilidade técnica de vários sistemas híbridos elétricos de propulsão até 2020. As empresas farão contribuições significativas para o projeto e formarão uma equipe de aproximadamente 200 colaboradores para avançar na inovação e no desenvolvimento de aeronaves movidas à eletricidade. A Airbus e a Siemens planejam desenvolver em conjunto protótipos para vários sistemas com categorias de potência que vão de uns 100 quilowatts até 10 ou mais megawatts, ou seja, para viagens curtas, locais com aeronaves com menos de 100 lugares, helicópteros ou veículos aéreos não tripulados até viagens clássicas de percurso curto e médio. A Airbus tem obtido experiência operacional com aeronaves movidas à eletricidade desde 2014 com o E-Fan, uma aeronave totalmente elétrica de dois lugares dedicada ao treinamento de pilotos.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn