ANAC certifica novas aeronaves importadas

Modelos são produzidos na Polônia, França e Estados Unidos

A Agência Nacional de Aviação Civil emitiu Certificados de Tipo de Aeronave Importada para três modelos de aeronaves certificadas pela Agência de Aviação dos Estados Unidos (Federal Aviation Administration – FAA) e pela Agência Europeia de Segurança para a Aviação (European Aviation Safety Agency – EASA). Os processos de validação duraram em média oito meses e envolveram técnicos e especialistas da ANAC, empresas fabricantes e autoridades de aviação civil dos países de origem das aeronaves. A Agência certificou a aeronave WACO modelo 2T-1A-2, fabricado pela Waco Classic Aircraft Corporation, dos Estados Unidos. O 2T-1A-2 é um avião biplano acrobático de dois lugares, estrutura metálica tubular, trem de pouso fixo e motor a pistão. Em seguida, foi certificada a aeronave Cabri G2, fabricada pela Hélicoptères Guimbal, da França. O aparelho é um helicóptero de dois lugares, de arquitetura convencional, com rotor principal de três pás, rotor de cauda encapsulado e motor aeronáutico Lycoming a pistão, tendo sido projetado para uma grande variedade de missões, principalmente instrução. Por fim, a Agência certificou a aeronave PZL M28 05, fabricada pela Polskie Zaklady Lotnicze, da Polônia. O M28 é uma aeronave de asa alta, dupla empenagem, trem de pouso triciclo fixo e dois motores turboélice. Projetada como utilitária, de decolagem e pouso curtos (STOL), pode ser configurada com uma porta com rampa para embarque de passageiros e carga e um “pod” sob a fuselagem, para o transporte de carga extra. Com a conclusão do processo de certificação pela ANAC, as aeronaves desses modelos poderão operar com marcas de nacionalidade e matricula brasileira.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn