ARTESP recebe duas propostas para concessão de cinco aeroportos

Licitante terá que investir R$ 93,7 milhões nos terminais de aviação geral

A ARTESP recebeu duas propostas de licitantes interessados na concessão de cinco aeroportos estaduais paulistas com perfis para aviação geral (executiva e táxi-aéreo). As empresas são a Gran Petro Distribuidora de Combustíveis Ltda e o Consórcio Voa São Paulo formado pelas empresas Terracom Construções, EPC Construções, ALC Participações e Empreendimentos, Estrutural Concessões de Rodovias, Nova Ubatuba Empreendimentos e Participações e MPE Engenharia e Serviços. O Grupo Gran Petro possui 30 anos de experiência no segmento de combustíveis de aviação, atendendo importantes aeroportos do país como Guarulhos, Viracopos e Santos Dumont. Em 2000, passou a atuar junto a Air BP, empresa do Grupo British Petroleum como responsável pela operação de todos os parques de abastecimentos de aeronaves na Bolívia, incluindo a logística de transporte e armazenagem de combustíveis. O Consórcio Voa São Paulo é formado por empresas que atuam nas áreas de engenharia, transporte, petróleo, energia e aeroportos (MPE Engenharia), pavimentação e limpeza pública (Terracom Construções), imobiliária (Nova Ubatuba Empreendimentos e ALC Participações), obras de infraestrutura rodoviária (Estrutural Concessões de Rodovias) e construções aeroportuárias (EPC Construções). A Comissão Especial de Licitação irá analisar os documentos prévios das licitantes e o critério de julgamento das propostas será o de maior oferta de outorga fixa, sendo R$ 12,159 milhões o valor mínimo a ser oferecido pelos licitantes. Esse é um dos poucos projetos de concessão de infraestrutura aeroviária no País que abre possibilidade de participação para pequenos investidores.A concessão envolve os aeroportos Antônio Ribeiro Nogueira Jr. (Itanhaém), Gastão Madeira (Ubatuba), Campo dos Amarais (Campinas), Arthur Siqueira (Bragança Paulista) e Comandante Rolim Adolfo Amaro (Jundiaí); os três últimos são aeroportos de maior movimentação do DAESP entre os que operam com aviação executiva. Em 2016, receberam mais de 123 mil pousos e decolagens.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn