Avião elétrico Sora-e realiza primeiro voo

Modelo é resultado da adaptação de um avião convencional para um com sistema de propulsão elétrico

A primeira aeronave tripulada com motorização elétrica autorizada pela Agência Nacional de Aviação Civil realizou no último dia 18 de maio, em São José dos Campos/SP, seu primeiro voo. Intitulado “Sora-e”, o monomotor tem capacidade para transportar duas pessoas e é resultado da adaptação de um avião convencional para um modelo com sistema de propulsão elétrico, cujas baterias podem ser recarregadas em uma tomada. A velocidade máxima pode chegar a 340 km/h. Apesar de estar autorizada a voar, a aeronave não possui certificação de projeto. Como se trata de aeronave experimental, existem algumas restrições e limitações a sua operação, entre elas a impossibilidade de executar atividades comerciais, como o transporte remunerado de bens ou pessoas e sobrevoar áreas densamente povoadas. A operação de aeronaves elétricas tripuladas representa a busca por fontes de energia alternativas e mais limpas em relação aos combustíveis fósseis, com o objetivo de reduzir impactos ambientais. Esse tipo de aeronave ainda representa uma novidade na aviação mundial e opera em caráter experimental, com o objetivo de testar e aperfeiçoar novos desenvolvimentos. Foto: Itaipu

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn