Avibras e Harpia Sistemas se unem para desenvolver mercado de aeronaves remotamente pilotadas

Acordo inclui projeto Falcão

A divisão de Defesa e Segurança da Embraer e sua associada AEL Sistemas, subsidiária da empresa israelense Elbit Systems, anunciaram a entrada da Avibras Divisão Aérea e Naval no capital social da Harpia Sistemas, a fim de desenvolver de forma conjunta o mercado de aeronaves remotamente pilotadas no Brasil. Deste modo, a Avibras passará a deter uma participação de 9% das ações da empresa enquanto a AEL Sistemas responde por 40% da composição acionária. A Embraer permanece como acionista majoritária, com 51% das ações. Pelo acordo firmado, a Harpia também passará a contar com o projeto Falcão em sua linha de produtos, o que reforça o conteúdo nacional da parceria. O Falcão está sendo desenvolvido pela Avibras para uso das Forças Armadas brasileiras e será capaz de realizar missões de reconhecimento, aquisição de alvos, apoio à direção de tiro, avaliação de danos, vigilância terrestre e marítima.

 

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn