Bell 429 completa mais de 330 mil horas de voo e expande a frota no mercado de forças públicas

Modelo já conta com uma frota global de 325 unidades alocadas em diversos segmentos

A fabricante de helicópteros Bell, subsidiária da Textron e representada no Brasil pela TAM Aviação Executiva, anunciou que a frota global do modelo Bell 429 completou mais de 330 mil horas de voo. Esse é um dos helicópteros mais consagrados da marca, com 325 aeronaves em operação, configuradas para vários tipos de missão devido a sua versatilidade e excelente desempenho. O 429 é o que mais ganha market share em forças policiais, equipes médicas e militares em todo o mundo. Sua presença neste segmento continua em expansão, como mostra as mais recentes vendas para a Autoridade de Polícia Sueca, que adquiriu mais dois aparelhos recentemente, aumentando sua frota para nove aeronaves que operam em todo o país; a Polícia da Indonésia optou por adicionar mais um Bell 429 à sua frota, chegando a três do mesmo modelo em operação; e uma agência de inteligência de um governo da Ásia adquriu mais dois helicópteros deste tipo para suas operações. O modelo já conquistou clientes em 42 países, incluindo Austrália, França, Indonésia, Kuwait, Omã, Suíça, Eslováquia, Suécia, Turquia, Tailândia, Estados Unidos e Reino Unido. Aqui no Brasil, o Bell 429 também se destaca entre os modelos da marca, que são representados pela TAM Aviação Executiva, pois é um helicóptero que apresenta velocidade e alcance excepcionais, alta performance no voo pairado, maior margem de segurança e conta com a maior cabine da categoria. Outro diferencial do 429 é a plataforma de aviônicos BasiX-Pro, que incorporam à aeronave uma moderna suíte Glass-Cockpit totalmente integrada. Além disso, é o primeiro helicóptero do mundo certificado para WAAS (sistema de aproximação de pouso vertical em piloto automático). Essa máquina é também certificada para seguir o processo MSG-3 de manutenção, mais rápido, com intervalos maiores entre inspeções e aeronave com menos tempo fora de serviço, o que resulta em custos operacionais menores.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn