Boeing anuncia contrato com os Emirados Árabes Unidos para suporte em simulador do C-17

Contrato com duração de dois anos está avaliado em US 18,7 milhões

A fabricante norte-americana Boeing recebeu um contrato com duração de dois anos e avaliado em US$ 18,7 milhões dos Emirados Árabes Unidos, para fornecer suporte logístico e manutenção do simulador de treinamento para o modelo C-17 Globemaster III. A empresa apoiará o inventário de dispositivos de treino realistas e baseados em movimento, usados ​​pelos Emirados para treinar tripulações e pessoal de apoio para a frota de aviões do país. A Boeing havia originalmente projetado e entregue os simuladores e apoio de formação para os Emirados Árabes Unidos. A fabricante também oferece treinamento em C-17 para a Índia, Reino Unido e Capacidade de Transporte Aéreo Estratégico da OTAN e é única em sua capacidade de adaptar seus dispositivos de treinamento e materiais de curso à frota específica de cada cliente do C-17. Existem atualmente 35 simuladores de tripulantes para o modelo instalados pela Boeing em centros de treinamento ao redor do mundo.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn