Boeing anuncia contrato de US$ 2,2 bilhões para 17 aviões P-8A Poseidon

Aeronaves serão entregues para os EUA, Austrália e Reino Unido

A fabricante norte-americana Boeing anunciou que a Marinha dos EUA, a Real Força Aérea Australiana e a Força Aérea Real do Reino Unido continuarão a modernizar as capacidades de patrulha marítima global através de um contrato de US$ 2,2 bilhões concedido para a produção de pelo menos 17 aviões P-8A Poseidon. O acordo também inclui opções para outras 32 aeronaves do tipo adicionais, que poderá elevar o valor total do contrato para US$ 6,8 bilhões. A Marinha receberá 11 aeronaves, enquanto a Austrália vai expandir sua frota com quatro jatos. Os dois primeiros aparelhos do Reino Unido fazem parte do acordo, com a primeira entrega prevista para 2019. Até o momento, a Boeing já entregou 53 aviões P-8A para os EUA e dois para a Austrália. A Marinha Indiana atualmente voa a variante P-8I do modelo, tendo oito aviões em operação. Em julho de 2016, a Índia assinou um novo contrato para receber mais quatro aviões desta versão.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn