Boeing e Força Aérea dos EUA firmam acordo para o caça F-15EX

US$ 1,2 bilhão financia o primeiro lote de oito caças avançados

A Força Aérea dos EUA concedeu à fabricante Boeing um contrato de quase US$ 1,2 bilhão para construir o primeiro lote de oito caças F-15EX avançados para ajudar a atender aos requisitos de capacidade, além de cobrir custos de engenharia iniciais. Já em construção nas instalações de produção em St. Louis, os dois primeiros exemplares serão entregues no próximo ano. A USAF também está anunciando o contrato geral de quantidade indeterminada de entrega indefinida, com um valor máximo de quase US$ 23 bilhões para o F-15EX, que pode ser equipado com mais armas do que qualquer outro caça de sua classe e pode lançar armas hipersônicas de até 6 metros de comprimento e pesando 7.000 libras. Para apoiar ainda mais a estrutura digital e promover a rápida inserção de tecnologia, o programa F-15 serve como um caminho para a iniciativa do Departamento de Defesa, com o objetivo de desenvolver software seguro, flexível e ágil. Além disso, a arquitetura de sistemas de missão aberta garante sua viabilidade por décadas. Pilotos e mecânicos atualmente operando o F-15 antecipam a transição para a versão avançada em questão de dias, em vez de anos. Os planos futuros prevêem 144 aeronaves do tipo.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn