Boeing pesquisa uso de VANTs no combate a queimadas e incêndios florestais

Empresa desenvolve sistemas infravermelhos e tecnologias 3D para uso nos aparelhos

Imagine controlar remotamente um veículo aéreo não tripulado (VANT) com o auxílio da computação 3D. Indo um passo além, imagine pilotar a mesma aeronave com o intuito de combater queimadas e incêndios de grandes proporções, conseguindo por meio de infravermelhos identificar áreas críticas onde o fogo persiste. Essa é uma das tecnologias do futuro atualmente em desenvolvimento pela Insitu, subsidiária da fabricante norte-americana Boeing. Em laboratórios nos Estados Unidos, a empresa pesquisa sistemas infravermelhos e tecnologias 3D que incorporadas a VANTs como o ScanEagle poderão ajudar o homem a monitorar diferentes situações, desde queimadas ao monitoramento de ferrovias. Como benefício adicional, as tecnologias oferecerão um nível de persistência e detalhamento que os sistemas tripulados geralmente não oferecem, provendo dados sobre situações específicas que ajudarão autoridades e órgãos de prevenção e proteção a tomar as melhores decisões em momentos críticos. Conheça mais sobre essas tecnologias e veja como as soluções transformarão a atuação do homem frente a situações delicadas ou que demandem alto nível de informações e detalhamento no endereço http://bit.ly/2bcvIpZ.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn