Brasil receberá novas aeronaves SC-105 Amazonas em 2017

Modelo terá equipamentos específicos para a missão, como radar e sistema eletro-ótico

A frota da Aviação de Busca e Salvamento da Força Aérea Brasileira vai ser reforçada com a entrega em 2017 de três aviões SC-105 Amazonas projetados especificamente para missões de busca e salvamento (SAR). Os aparelhos terão equipamentos de bordo para aumentar as possibilidades de localizar aeronaves, embarcações ou pessoas desaparecidas, inclusive no período noturno. As aeronaves contarão com um sistema eletro-óptico de busca por imagem e por espectro infra-vermelho. Isso permitirá realizar buscas pelo calor, permitindo detectar uma aeronave encoberta pela vegetação, ou uma pessoa no mar. No nariz, os aviões terão o radar EL/M-2022A(V)3, capaz de realizar buscas sobre terra ou mar, com alcance de até 360 quilômetros. Um sistema de comunicação via satélite também permitirá o contato com outras aeronaves ou centros de coordenação de salvamento, mesmo quando os SC-105 voarem a baixa altura. As aeronaves devem operar com o Esquadrão Pelicano sediado em Campo Grande/MS, de onde podem se deslocar para qualquer parte do território nacional. Os aviões são semelhantes aos dez C-105 Amazonas de transporte operados por unidades de Campo Grande e de Manaus e aos dois em uso pelo Esquadrão Pelicano, mas de uma versão mais básica, com apenas duas janelas de observação e sem os equipamentos específicos para a missão SAR. Foto: CECOMSAER-Sgto. Johnson

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn