Brasil registrou cerca de oito operações SAR por dia em 2015

Foram 145 missões reais envolvendo aeronaves, resgate de 24 vítimas e emprego de 340 horas de voo

O Brasil registrou quase oito operações SAR (Busca e Salvamento) por dia em 2015. Os números constam no anuário elaborado pelo Subdepartamento de Operações do Departamento de Controle do Espaço Aéreo (DECEA) e referem-se especificamente aos casos com a participação da Força Aérea Brasileira. O relatório aponta ainda que 24 vítimas foram resgatadas, sendo 12 sobreviventes. Outras 190 receberam algum tipo de assistência do Sistema de Busca e Salvamento Aeronáutico Brasileiro (SISSAR). Os dados apontam também que no ano passado, 15 aeronaves e 8 embarcações foram localizadas. Do total de 2.814 casos registrados, apenas 145 envolveram operações que contaram com apoio de aeronaves, o que resultou no emprego de 340 horas de voo ao longo do ano.Cerca de 95%, ou seja, 2.669 foram resolvidos com contatos telefônicos durante as buscas iniciais por informações, quando operadores dos Centros de Coordenação de Salvamento (Salvaero) buscam identificar o que houve com aeronaves que não pousaram nos aeródromos de destino ou alternativos indicados no plano de voo. Mais informações no portal www.fab.mil.br. Foto: CECOMSAER

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn