Centro de Lançamento Barreira do Inferno sedia Operação Astros

Um dos objetivos é testar e desenvolver as tecnologias de interesse da Defesa Nacional

O Centro de Lançamento da Barreira do Inferno (CLBI), localizado em Parnamirim/RN, sediou a segunda fase da Operação ASTROS, no período entre 25 a 28 de abril. A operação está prevista no cronograma de desenvolvimento de sistemas e equipamentos em desenvolvimento da empresa brasileira Avibras, dentro do Projeto Estratégico do Exército Brasileiro. O Centro Tecnológico do Exército Brasileiro (CTEX), responsável por buscar o domínio e o desenvolvimento de tecnologias de interesse da Defesa Nacional, acompanhou os ensaios e testes que permitem avaliar elevação de performance e desempenho do conjunto de equipamentos e sistemas que compõem os produtos de defesa sob execução da empresa contratada. Essa fase da operação contou com a participação da Marinha do Brasil, por meio do 3° Distrito Naval, que levou os Navios Patrulha Goiana e Graúna, além do Rebocador de Alto Mar Triunfo, lotados na Base Naval de Natal. Eles auxiliaram na vigilância e remoção das embarcações nas proximidades dos possíveis impactos dos artefatos lançados, o que promoveu um desempenho diferenciado na cadência de lançamentos. Fundada em 1961 por um grupo de engenheiros do Instituto Tecnológico de Aeronáutica (ITA), a Avibras é uma empresa privada de engenharia brasileira, com mais de 50 anos de atuação. Detentora de know-how consagrado, a companhia desenvolve tecnologia trazendo soluções inovadoras para as áreas de Defesa e Civil. Mais informações no portal www.fab.mil.br. Foto: CECOMSAER

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn