Cerimônia marca giro do motor de aeronave da Segunda Guerra Mundial

MUSAL promoveu evento que reviveu som do avião Republic P-47 Thunderbolt

O Museu Aeroespacial, ligado ao Instituto Histórico-Cultural da Aeronáutica, realizou no último dia 22 de abril a cerimônia do giro do motor do Republic P-47 Thunderbolt, aeronave de caça utilizada pela Força Aérea Brasileira durante a Segunda Guerra Mundial. Realizada no MUSAL, no Campo dos Afonsos/RJ, a solenidade ocorreu em alusão ao Dia da Aviação de Caça. A restauração da aeronave foi promovida pelo Projeto Quatro Setinho, criado com o objetivo de recuperar e manter o propulsor de uma das aeronaves pertencentes ao acervo do MUSAL. Foi realizada uma completa revisão dos seus sistemas operacionais com a participação da FAB, da Associação de Amigos do MUSAL, da Helisul Táxi Aéreo e de outros colaboradores. A última vez que o motor do P-47 havia sido acionado foi em 2016. O Thunderbolt foi o maior e mais pesado caça na história da aviação a ser motorizado por um único motor de combustão interna. Durante a Segunda Guerra, foi um dos principais aviões do tipo utilizados pela Força Aérea dos Estados Unidos e por outras Forças Aliadas, incluindo a FAB no 1º Grupo de Aviação de Caça. Equipado com quatro metralhadoras calibre .50 em cada asa, foi empregado pelo Brasil como caça-bombardeiro. Seu peso podia chegar a oito toneladas e tinha uma velocidade máxima de 704 km/h. O exemplar de matrícula FAB 4184 foi entregue ao MUSAL em 1987. Mais informações no portal www.fab.mil.br. Foto: CECOMSAER/Cabo André Feitosa

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn