Curso garante mais acessibilidade e segurança em aproximações

Militares estão capacitados a desenvolver procedimentos que facilitam a descida da aeronave em condições de mau tempo

A Força Aérea Brasileira capacitou mais um grupo de oficiais controladores de tráfego aéreo a elaborarem o procedimento Baro-VNAV, que auxilia pilotos a fazerem aproximações e pousos em condições de baixa visibilidade. O curso teve duração de três semanas e foi oferecido pelo Instituto de Controle do Espaço Aéreo (ICEA), em São José dos Campos/SP. Após a conclusão, os militares estão aptos a criar cartas aeronáuticas que vão orientar os pilotos a como realizar o procedimento em cada aeródromo. Os documentos levam em conta diversos aspectos, como a temperatura média da região e a altitude do aeroporto em relação ao nível do mar. Todos os aeródromos possuem um teto de visibilidade, ou seja, a altura mínima que o avião deve estar para que o piloto consiga visualizar a pista. Caso isso não ocorra, devido a condições meteorológicas desfavoráveis, a tripulação pode recorrer ao novo procedimento, que diminui o teto. Mais informações no portal www.fab.mil.br.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn