DECEA e EANA assinam Acordo Operacional para missões conjuntas

Compromisso visa dar celeridade às missões de busca e salvamento que necessitem de apoio mútuo

O ano começa com um novo acordo operacional entre a Força Aérea Brasileira e a Empresa Argentina de Navegação Aérea (EANA) para missões de busca e salvamento. A carta foi assinada no mês passado, durante reunião no Centro Operacional Integrado (COI) do Segundo Centro Integrado de Defesa Aérea e Controle de Tráfego Aéreo (CINDACTA II), em Curitiba/PR, com membros do Centros de Coordenação de Salvamento Aeronáutico de Curitiba (ARCC-CW) e de Ezeiza (RCC-EZ), na Argentina. Durante dois dias, foram trocadas informações sobre o funcionamento das atividades de Busca e Salvamento (SAR) dos dois países, que já tinham um compromisso com objetivo de apoio mútuo. As missões SAR na Argentina até fevereiro do ano passado, eram coordenadas pela Força Aérea daquele país, que passou a responsabilidade para a EANA. Por este motivo, uma nova Carta de Acordo Operacional foi necessária, objetivo principal do encontro em Curitiba. Um exemplo da importância da parceria foi o apoio dado pelo Brasil na busca pelo submarino argentino ARA San Juan, desaparecido em 2017 no Atlântico Sul. O Brasil, por meio da FAB, enviou aeronaves para auxiliar na varredura magnética e em buscas visuais durante aquela missão. Mais informações no portal www.fab.mil.br. Foto: CECOMSAER/Sgto. Johnson

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn