Embraer

Fabricante tem realizado treinamentos teóricos e práticos junto às equipes da FAB para o início das operações do modelo

A fabricante brasileira Embraer entregou para a Força Aérea Brasileira o primeiro avião de transporte multimissão KC-390 em cerimônia realizada na Base Aérea de Anápolis, em Goiás, dando início aos preparativos para a entrada da aeronave em serviço na FAB, onde será operada pelo Primeiro Grupo de Transporte de Tropa (1° GTT). A Embraer tem realizado treinamentos teóricos e práticos junto às equipes da FAB para o início das operações do modelo. Projeto conjunto, o KC-390 foi desenvolvido para estabelecer novos padrões de eficiência e produtividade na sua categoria, apresentando ao mesmo tempo o menor custo do ciclo de vida do mercado. O programa representa um avanço significativo em termos de tecnologia e inovação para a indústria aeronáutica brasileira e um salto operacional para a aviação de transporte. Em 2014, a FAB assinou pedido firme para 28 aeronaves do tipo e suporte logístico inicial. Os aviões são produzidos na fábrica de Gavião Peixoto, em São Paulo. Com o objetivo de maximizar a disponibilidade operacional da frota de aeronaves no cumprimento das respectivas missões, a FAB e a unidade de Serviços & Suporte da Embraer assinaram um abrangente contrato de suporte e serviços, com vigência de cinco anos. Pelo acordo, a TechCare ficará responsável pelo suporte logístico e de engenharia, controle de manutenção, reparo de componentes, equipe de apoio para entrada em serviço, fornecimento de materiais e um módulo adicional que inclui análises estruturais, desenvolvimento de boletins de manutenção e pintura de aeronaves, entre outros serviços. Equipado com dois motores turbofan International Aero Engines V2500, aviônicos de última geração, uma rampa traseira e um avançado sistema de movimentação de carga, o KC-390 pode transportar até 26 toneladas a uma velocidade máxima de 470 nós (870 km/h), com capacidade de operar em ambientes austeros, incluindo pistas não pavimentadas ou danificadas. A aeronave pode transportar tropas, paletes, veículos blindados e helicópteros. Foto: CECOMSAER/Sgto. Bianca