Esquadrão Guardião completa 40 mil horas de voo

Unidade responsável pela vigilância da Amazônia opera aeronaves E-99 e R-99

o Esquadrão Guardião atingiu a marca de 40 mil horas voadas nas aeronaves E-99 e R-99, em atividades de sensoriamento remoto e vigilância do espaço aéreo. A unidade foi ativada no ano 2000, junto à Base Aérea de Anápolis, atrelado aos objetivos do Sistema de Vigilância da Amazônia (SIVAM). A aeronave R-99 possui sistemas capazes de realizar imageamento de perímetros ou objetos terrestres, como áreas de queimadas e desmatamento da região Amazônica, auxiliando os órgãos de fiscalização ambiental na proteção da floresta. Já o E-99 é equipado com radares que possibilitam identificar a localização de aeronaves suspeitas que estejam cruzando o espaço aéreo brasileiro, coibindo, entre outras práticas, o tráfico de produtos ilegais que chegam ao País por meios aéreos. Foto: CECOMSAER

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn