Esquadrão Poti volta a treinar navegação entre obstáculos

Unidade equipada com helicópteros AH-2 Sabre retomou os exercícios de voos a baixíssima altura

O Esquadrão Poti da Força Aérea Brasileira retomou o treinamentos de voo NOE, sigla do inglês Nap of the Earth. Trata-se de uma navegação na mais baixa altura possível, com a aeronave contornando os obstáculos do terreno, como árvores, morros e torres. Esse tipo de exercício já era realizado desde 1996, quando o esquadrão ainda operava os helicópteros H-50 Esquilo e foi interrompido em 2010 durante o processo de implantação dos AH-2 Sabre na FAB. O objetivo é garantir o princípio da surpresa e diminuir a possibilidade de detecção por radares inimigos, ou mesmo de localização visual. Essa furtividade aumenta a possibilidade de sucesso em uma missão sobre território hostil. Atualmente, a unidade cumpre missões como ataque, defesa aérea e escolta de aeronaves. Em 2015, o Esquadrão Poti completou sua frota total de doze aeronaves AH-2 Sabre. Também realizou um voo com oito de suas aeronaves ao mesmo tempo e também retomou os treinamentos de combate aéreo. Foto: CECOMSAER-Sgto. Carlos Eduardo

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn