Esquadrões de caça A-1 realizam exercício com bomba guiada a laser

Atividade envolveu dez aeronaves e durou 16 dias no estande de tiro de Saicã

Os esquadrões Adelphi, Centauro e Poker realizaram uma missão conjunta de 16 dias no estande de tiro de Saicã, em Santa Maria/RS. A atividade, que envolveu dez caças A-1 e A-1M, teve como objetivo o treinamento dos pilotos nas operações para emprego de bombas sem guiamento, canhão de 30mm, reabastecimento em voo e principalmente, o lançamento de bombas guiadas a laser. Além do adestramento das tripulações, os militares também coletaram dados para a avaliação operacional do Kit Lizard II. Trata-se de um sistema composto de sensores e estabilizadores que é acoplado à bomba para adaptá-la ao guiamento por laser. Com essa mudança, o armamento, que no caso era a bomba brasileira BAFG-230, fica muito mais preciso e eficiente, pois terá a capacidade de identificar o feixe de luz lançado pelo piloto sobre o alvo e segui-lo. O intuito dos pilotos era o de explorar diferentes situações para verificar o comportamento da bomba: se o desempenho atende ao que está previsto nos manuais, quais os erros, quais as vulnerabilidades, que ações devem ser tomadas pelos pilotos, a influência do vento, entre outros casos. Todos os dados levantados nessa operação são enviados para o Instituto de Aplicações Operacionais (IAOP) que avalia tecnicamente e valida os resultados. Posteriormente, podem se transformar em doutrina e passar a compor os manuais de procedimentos. mais informações no portal www.fab.mil.br. Foto: CECOMSAER

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn