Exportação do KC-390 contará com financiamento do BNDES

Governo anunciou linha de crédito para exportação de produtos de defesa

O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social e o ministério da Defesa anunciaram uma linha de financiamento para exportação de produtos de defesa. A iniciativa inédita atende as demandas de um setor da economia brasileira atualmente responsável por 3,75% do PIB e que movimenta em torno de U$$ 200 bilhões por ano, além de gerar 30 mil empregos diretos e 130 mil indiretos. Com a nova ferramenta, o Brasil passa a oferecer também uma solução financeira que poderá dar mais competitividade e alavancar as exportações da indústria de defesa. Entre as vantagens estão prazos de pagamento mais longos, que podem chegar a 25 anos e períodos de carência de mais de cinco anos, além de possibilidade de financiar até 100% do valor da compra. A linha também contempla flexibilização de garantia e das taxas. O avião cargueiro e reabastecedor militar brasileiro KC-390, poderá ser o primeiro produto a utilizar a nova linha de financiamento. O potencial de exportação do modelo está estimado em U$$ 1,5 bilhão ao ano. Além do pedido de 28 aeronaves para a Força Aérea Brasileira, a Embraer tem 32 cartas de intenção de compra e está em conversação com mais de dez países que manifestaram interesse no KC-390. O produto foi apresentado em Farnboroungh, no Reino Unido em 2016 e deve participar nos próximos meses da feira de Le Bourget, na França. Mais informações no portal www.fab.mil.br. Foto: CECOMSAER

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn