FAB ajuda a combater incêndios no Chile

Duas aeronaves C-130 Hércules foram acionadas do Rio de Janeiro com destino a Santiago

Duas aeronaves C-130 Hércules da Força Aérea Brasileira foram acionadas para ajudar no combate aos incêndios florestais no Chile. Os aviões operados pelo Primeiro Grupo de Transporte de Tropa (1º GTT), com 28 militares a bordo, seguiram em voo direto até a capital, Santiago. O acionamento ocorre após coordenações entre os Ministérios da Defesa e de Relações Exteriores com o Comando da Aeronáutica. O Chile decretou situação de emergência por causa de um dos piores incêndios da história. As regiões mais afetadas são as do centro e do sul do país. Um dos aviões C-130 Hércules está equipado com o sistema MAFFS (Modular Airbone Fire Fighting System). O outro transporta os materiais de suporte ao emprego, tais como compressor, piscinas para abastecer de água a aeronave e equipamentos de manutenção. O sistema MAFFS é composto por cinco tanques de água. Dois tubos projetam-se pela porta traseira do C-130 e, a uma altitude média de 150 pés (cerca de 46 metros de altura), despejam água sobre as áreas previamente determinadas. Por questões de segurança, as equipes de bombeiros e brigadistas que atuam no solo evacuam a área antes da dispersão da água. Pode ser realizado um lançamento de toda carga, que pode chegar a 12 mil litros de água, ou ainda três lançamentos menores. Foto: CECOMSAER

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn