FAB atinge 350 horas de voo em apoio ao estado do Amazonas na Operação COVID

 Aeronaves da Força Aérea Brasileira (FAB) cumpriram, nesta terça-feira (19) e quarta-feira (20), missões de apoio à Operação COVID-19. Foram transportados pacientes, tanques de oxigênio líquido, cilindros de oxigênio e equipamentos para o combate ao novo Coronavírus.

Um KC-390 Millennium carregou na madrugada desta quarta (20), em Brasília (DF), com dez tanques de oxigênio líquido com destino a Manaus (AM). Ainda durante a madrugada, um C-130 decolou do Rio de Janeiro (RJ) transportando materiais hospitalares, gerador de energia, medicamentos, usina de oxigênio e cilindros de oxigênio. Já um C-105 Amazonas vou de Belém (PA) para Manaus (AM), às transportando respiradores e monitores.

 

O Comandante do C-130 Hércules, do Primeiro Esquadrão do Primeiro Grupo de Transporte (1°/1° GT) – Esquadrão Gordo, Capitão Aviador Hugo Leonardo Oliveira Vaz, comentou sobre o cumprimento da missão. “É muito gratificante colocar em prática todo o nosso treinamento em um momento de dificuldade para o povo brasileiro. Atuar no combate à pandemia é um marco na carreira de todos os tripulantes. Continuaremos incansavelmente enquanto for necessário", destaca. 

 

Por meio do Comando de Operações Aeroespaciais (COMAE), a FAB cumpre as missões que têm como objetivo minimizar os impactos no sistema de saúde da capital amazonense. O Transporte Aéreo Logístico da FAB integra as ações da Operação COVID-19, acionada pelo Ministério da Defesa, em atendimento às demandas do Ministério da Saúde. 

Foto: SISCOMSAE 

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn